Dia 08/08, aproximou-se da escola uma onça. Inicialmente tentamos afastá-la, mas depois percebemos que se encontrava abatida, fraca, talvez doente. Sob observação de nossa equipe, e com medidas protetivas à comunidade escolar, a onça permaneceu nas proximidades da escola, na mata paralela à pista de pouso.

Entramos em contato com pessoas e organizações voltadas aos cuidados dos grandes felinos e da fauna silvestre e nos encantamos com a presteza e a eficiência no resgate e salvamento da onça. A onça foi levada ao hospital veterinário da UFMS para tratamento e, assim que recuperada, será devolvida ao seu ambiente. A equipe da Escola Jatobazinho agradece a todos parceiros envolvidos neste resgate: Projeto OnçafariProjeto Onças do Rio Negro, RPCSA (Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar), Ângela Kuczak, CENAP/ICMBio, UFMS, Pedro Teles e CRAS Campo Grande.

Agradecemos também os funcionários da Escola Jatobazinho que foram fundamentais nesta operação: André, Neto e Pedro Paulo Picolomini. Sem eles o salvamento não teria sido possível. Por horas dedicaram-se a acompanhar a onça e quando ela fugiu assustada embrenharam-se na mata até localizá-la novamente para dar continuidade ao resgate.

O Jornal da Record fez uma materia sobre a recuperação da Onça. Confira no link: https://noticias.r7.com/jornal-da-record/videos/onca-pintada-desnutrida-e-resgatada-por-biologos-no-pantanal-31082018