Dia 17/01 iniciamos a 1ª formação de educadores. A primeira formação do ano ocorre sempre em São Paulo nas instalações do Instituto Acaia. Com a presença de 16 educadores tivemos oportunidade de ajustar a atribuição de classes bem como os temas das oficinas socioeducativas do ano letivo de 2018. No período da manhã contamos com a presença da pedagoga Renata Americano, assessora da coordenação pedagógica. No período da tarde recebemos a psicóloga Fabiana Lambert que assessora a Escola Jatobazinho no desenvolvimento da Oficina Minha História, uma adaptação do trabalho tão especial desenvolvido pelo Instituto Fazendo História.

 

 

No dia 18/01 os educadores da Escola Jatobazinho participaram de Oficina de Formação do Professor Leitor com Isabel Ferreira e Marta Ferraz. Um trabalho muito especial sobre os diferentes tipos de leitura; dinâmica com os títulos adotados para momentos de mediação de leitura, leitura mediada, contração de histórias e leitura compartilhada; e introdução à literatura infantil brasileira e apresentação da autora Ana Maria Machado. À noite uma confraternização no Escape60 e, para finalizar, um gostoso jantar.

 


Buscando aprofundar as possibilidades da culinária como ferramenta de trabalho nas várias disciplinas curriculares, bem como para apoiar atividades socioeducativas que valorizem o cultivo e os produtos regionais do Pantanal, nossos educadores participaram no dia 19/01 de uma oficina de cozinha na Escola Wilma Kövesi de Cozinha ministrada por Marina Hernandez e Betty Kövesi. Uma oficina de muitas descobertas, muitas aprendizagens e muitas delícias!

 


Ainda no dia 19/01 um almoço separou as atividades do período da manhã do período da tarde. Uma Oficina de Brincadeiras Musicais com Ed Encarnação ofereceu muitas oportunidades de reflexão de trabalhos com sons de percussão e expressão corporal a serem desenvolvidos com os alunos da Escola Jatobazinho.

 


Na segunda semana de capacitação dos educadores da Escola Jatobazinho o foco foi organizar os trabalhos para 2018. Durante toda a semana a equipe teve o apoio pedagógico da assessora Silvia Juhas na elaboração das expectativas de aprendizagem em paralelo ao mapeamento e planejamento das disciplinas.

 

 

Os educadores receberam também a visita da artista Ana Tavares, escultora, que participará neste ano do projeto de Residência Artística no Pantanal. O conceito de Residência Artística é uma das formas mais características de apoio e incentivo ao desenvolvimento das artes. Possibilita que artistas de diferentes localidades se envolvam com a região do Pantanal em imersão na realidade local. Ana Tavares apresentou ideias de atividades a serem desenvolvidas com os alunos.

 

 

No dia 24/01 recebemos a assessora em comunicação do Acaia Pantanal, Raphaela Martins Fakri, que ministrou aos educadores capacitação voltada ao registro e divulgação das atividades. Movimentando-se entre teoria e prática a equipe refletiu sobre o trabalho desenvolvido e visualizou novas possibilidades.

 

 

Foram duas semanas repletas de atividades e com muitos aprendizados para botar em prática durante o ano. Agora é colocar a mão na massa!

Um bom ano letivo para todos!