Em 15/02 iniciamos as ações de Oficinas Socioeducativas de 2017, dirigidas às mulheres ribeirinhas do Pantanal. As atividades foram retomadas com uma retrospectiva de 2016. Um momento para reverem os bons momentos do ano passado através de um vídeo criado a partir das fotos das oficinas anteriores. A primeira oficina do ano foi do curso básico de costura e contamos com a presença de cinco participantes.

A primeira oficina do ano também é um momento de sondagem sobre a autonomia das mulheres quanto ao desempenho das atividades artesanais. Em uma roda de conversa as participantes relataram as iniciativas individuais de  produção de artesanato a partir dos trabalhos desenvolvidos em 2016 e sobre a  renda advinda deste esforço.

Algumas trajetórias de sucesso:

* R. vendeu várias peças em janeiro dentre panos de prato, capas de almofada, almofadas completas e  marcadores de página de crochê, com uma receita aproximada de um salário mínimo.

* C. está bordando vários panos de prato que pretende vender. Está em fase de produção.

* D. está investindo nos amigurumis – técnica japonesa de produzir bonecos em crochê – que deixou na cidade com uma irmã que irá vendê-los.

* M. tem investido nos panos de prato com pinturas do Pantanal e agora vai começar fazer panos de prato com tiras de bordado também. Ela está com a casa nova quase pronta e pretende fazer belas almofadas bordadas para a enfeitar sua sala.

Durante a participação na Oficina de Artesanato as participantes receberam a visita de seus filhos, alunos em regime de internato da Escola Jatobazinho e “mataram” um pouquinho a saudade.

Agulha e linha na mão e um caminho em frente para costurar!